O síndrome de Luís Freitas Lobo

Olá meus amigos, eu tentei. A sério que sim. Tentei tudo por tudo para esperar pelo fim do Barça-Chelsea e só entao escrever este post, mas a verdade é que já nao aguento ter que ouvir o Luís Freitas Lobo (comentador desportivo dono de um saco lexical que vai daqui até ao Japao) nem mais um minuto sem escrever estas linhas. E nao se preocupem que nao vou fazer troça da O meus amigos, eu tentei. A sério que sim. Tentei tudo por tudo para esperar pelo fim do Barça-Chelsea e só entao escrever este post, mas a verdade é que já nao aguento ter que ouvir o Luís Freitas Lobo (comentador desportivo dono de um saco lexical que vai daqui até ao Japao) nem mais um minuto sem escrever estas linhas. E nao se preocupem que nao vou fazer troça da maneira peculiar que Freitas Lobo tem de falar, ou como ele diria, de fazer a abordagem ao vocábulo, através do processo da linguagem oral resultando assim numa série de conjuntos de sons, que bem organizados resultam naquilo a que se chamam de palavras, que por sua vez irao dar origem a frases, que caso tenham reciprocidade, transformar-se-ao em diálogos. Até porque já fiz isso há uns tempos. Foi aqui. Leiam que vale a pena. Se calhar nao. Depende da perspectiva. Se estiverem de lado vale, agora de frente nao é muito bonito de se ver. Já visto da Lua também é muito agradável. O que me leva a escrever este post prende-se com o facto de eu estar para aqui a imaginar como será o grande Freitas Lobo na sua vida sexual. O que ele faz. E acima de tudo o que ele diz. E nao, nao estou a ser parvo, eu estava mesmo a pensar nisto, embora isso já seja ser parvo. E sim, eu disse que nao ia fazer troça da sua forma de falar, mas e voces ainda acreditam no Pai Natal? Mas, voltando ao que interessa: será que Freitas Lobo tem uma abordagem técnico-táctica equilibrada? Que faz transiçoes suaves ou prefere o contra-ataque, apanhando a sua esposa desprevenida,  será que funciona como uma tábua rotativa, que vai rodando por todos os sectores do terreno? Possuí um sistema dinâmico ou mais estático?  E como serao os diálogos com a esposa ou namorada de Freitas Lobo? Eu cá acho que devem ser assim: “minha cara companheira, devo dizer que todos os espaços do seu corpo estao muito, mas muito bem preenchidos. A transiçao nádega-anca é perfeita e táctica e esteticamente irrepreensível, com uma tendencia a fugir para o meio das costas. Ao nível do peito, quer a ala esquerda, quer a ala direita estao muito fortes e preenchem bem os espaços…os seus movimentos e transiçoes defesa-ataque também estao muito fortes, especialmente ao nível da zona pélvica, onde demonstra ter uma grande cultura táctica. Em suma, é uma mulher e amante completa, de classe mundial.” E é melhor ficar-me por aqui porque quero continuar a ter leitores aqui no Hemiciclo. Desculpem lá este momento de estupidez e parvoíce absolutamente gratuitas e sem qualquer propósito. Para terminar, e para que nao digam que aqui nao se fala de cultura e arte, recomendo vivamente a todos vós uma visita ao site oficial do Tony Carreira. Vao ver que vos vai ser bastante útil. A mim, já foi. Como estudante de Design Gráfico fiquei a saber como nao se deve fazer um website e como nao se deve fazer o lettering para esse mesmo website. Aquelas letras que mais parecem salpicos de sangue sao um must. Passem por lá e vejam. 

Deja un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s

Crea tu página web en WordPress.com
Empieza ahora
A %d blogueros les gusta esto: