André Sardet e uma nova tipologia de músicas de amor e ainda uma ode a língua portuguesa

Olá tsé-tsés, aproveitei que tenho o jantar ao lume para cá vir assassinar saudades e porque tenho umas coisinhas que me andam a fazer uma certa “espécie” no meu cucuruto.  Uma delas, é a nova(?) música do André Sardet. Nao sou fa do moço mas também nao posso afirmar que o detesto (eOlá tsé-tsés, aproveitei que tenho o jantar ao lume para cá vir assassinar saudades e porque tenho umas coisinhas que me andam a fazer uma certa “espécie” no meu cucuruto.  Uma delas, é a nova(?) música do André Sardet. Nao sou fa do moço mas também nao posso afirmar que o detesto (enquanto cantor, claro está), sou neutro, como a Suiça. A cançao em questao intitula-se “adivinha o quanto gosto de ti” e até tem um começo promissor: o rapaz gosta de uma jovem, fala-se em flores, em bilhetinhos, pernas a tremer, enfim aquelas coisas típicas do amor e das dermatoses nas pernas. Até aqui, tudo parece correr sobre rodas e  André Sardet resolve passar para o “nível seguinte” e pergunta a sua amada se ela consegue adivinhar o quanto ele gosta dela. Querendo demonstrar que o amor que sente pela moça é estratosférico, Sardet dispara um bonito “gosto de ti desde aqui até a Lua; gosto de ti desde a Lua até aqui”. É pá, ó André: o Cosmos é tao grande, praticamente infinito e tu dizes a moça que só gostas dela desde aqui até a Lua? Olha que nos tempos que correm isso é muito pouco, é para aí o equivalente a dizeres “gosto de ti desde aqui até a Brandoa”, sendo que na Brandoa até há mais charme e beleza que na Lua. O que devias ter dito era: “gosto de ti desde aqui até aos confins da Via Láctea, até onde o Homem nunca chegará, até ao Infinito e ainda depois disso e daí até aqui para aí umas vinte vezes”. Assim, estava bem rapaz. Percebia-se mesmo que gostas da moça a sério e que nao a queres só para dar umas pinocadas. É que essa da Lua já nao pega. Mas, prosseguindo com a cantiga, receoso de ter dado um passo maior que a perna ao afirmar que gosta da jovem desde aqui até a Lua, Sardet canta “gosto de ti, simplesmente porque gosto”, assim como quem diz “ve lá ó minha, nao penses que eu estou mesmo apanhado por ti, só gosto de ti porque sim, porque nao tenho mais nada para fazer de momento e porque até tens uma prateleira muito bem aviada “. Esta simplificaçao extrema do que é o amor e do que é o acto de amar eleva a cançao de amor para um nível completamente diferente. Aqui, nao temos a história de amor dramática, o amor impossível, ardente. Temos o amor simplesmente porque sim. O amor porque coiso, desde aqui até a Lua, desde a Lua até aqui mas só porque coiso. No seu lugar (do amor) bem podia estar uma Morçela de Arganil que nao se notava grande diferença. Nao estamos na presença de um amor louco mas sim de um tipo de amor com muita cautela, a boa maneira portuguesa: “gosto de ti, sim senhor, mas vamos lá com calminha que também gosto muito de bacalhau com natas e nao é por isso que vou andar para aí a fazer maluquices para ter o bacalhau com natas.”  Bom, posto isto já estou mesmo a ver qual vai ser o alinhamento do próximo cd do Sardet: “Vou fazer ó-ó simplesmente porque tenho sono”; “Gosto de ti do Dolce Vita Tejo até aqui”; “Falo porque simplesmente abro a boca”; “Gosto muito de ti e de esparguete a bolonhesa também” e ainda o mega hit: “Vivo porque simplesmente respiro”.  Para terminar, queria dar aos parabéns ao pessoal do Sapo por ter destacado esta semana (ou na passada) um blogue em que o malandro do “ch” é completamente exterminado para dar lugar ao “x”. Axo muito bem que o Sapo ajude a divulgar a língua portuguesa, pois fax-me comixao ver alguns blogues com textos xeios de erros. Viva o Sapo, que defende o uso do “x”, essa tradixao tao noxa, tao portuguexa. Xama-se a isto, manter a xama lusa axesa. Peço desculpa a quem esperava alguma coisa de jeito. Até daqui a uns dias.

Deja un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s

Crea tu página web en WordPress.com
Empieza ahora
A %d blogueros les gusta esto: